sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Ruídos


Desconfio dos amores barulhentos,
cheio de alardes.
Ruidosos como gatos no cio.

Desconfio dos amantes
Que se exibem,
manequins em vitrines.

schiii
aprecio os amores silenciosos
furtivos e quentes,
daqueles que sussurram no escuro.
Privado e pulsante.
O único som,
é sentido na palma da mão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário