domingo, 19 de junho de 2011

Motivos

Preciso de motivos.
Todos eles para constituir um.
Preciso de motivos que carreguem tudo e nada.
Motivos de graça.
Motivos para construir palavras.
Constituir os gozos.
E os pousos do corpo.
Os motivos para se deixar ser.
Motivos do não e do sim.
Motivos de não se deixar ir,
E os mesmos para ficar.
Motivos e não promessas.
Somente motivos.
Mínimas desculpas.
De verdades derradeiras.


Foto: Yo by Michel Peron

Um comentário:

  1. Estamos sempre motivados na busca de motivos e são tantos,que nos embalam e inspiram.Lembro de uma musica do poema de Cecilia: Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa, não sou alegre nem sou triste,sou poeta.Conhece Katia?
    Parabens pelos desejos e quereres nos motivos que nos faça disparar e seguir.
    Vou seguir,gostei daqui.
    Um abração de toda paz e luz.

    ResponderExcluir