quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

O que me é conhecido.


Aproveitei o carnaval para renovar o meu cartão de MP3. Passei o feriado todo escolhendo músicas. Novas, desconhecidas, antigas que há muito não ouvia.

Hoje coloquei para tocar. Enquanto trabalhava sentia que me faltava algo. Falta-me o conhecido. O cantarolar sem nem prestar a atenção. A segurança de saber o que vem depois.

De repente em meio aquele sentimento estranho uma música conhecida. Uma sensação de conforto. Como um regaço, um colo.

Hoje não quero o desafio, nem nenhuma aventura. Quero o cheiro do café coado. Os probleminhas corriqueiros. Dormir com os pés enroscados. Cachorro pulando na roupa. Criança dizendo "mãe" o dia todo sem querer dizer nada. Arroz e feijão. Hoje um dia inundado de rotina.

6 comentários:

  1. Uma graça!!! Adorei.
    Não entendo ,ainda, porque as pessoas dão tanta importância só para "as aventuras", quando há tanta magia na rotina, em se fazer "sempre" o que se gosta.
    bjus
    Bela imagem.

    ResponderExcluir
  2. Então né Su... a gente valoriza justamente quando sente falta...

    ResponderExcluir
  3. Menina. Como voce tem uma facilidade em poetisar o cotidiano.

    ResponderExcluir
  4. Adoro músicas antigas. Geralmente me transportam para os velhos e bons tempos.

    ResponderExcluir