sábado, 13 de fevereiro de 2010

É só o que eu tenho para oferecer



É só o que tenho a oferecer.
Sinceramente espero que entenda.
Sinceramente espero que aceite.
É tudo o que tenho.
E ofereço tudo.
Sem críticas.
Sem mágoas.
Sem expectativas.
Tudo.
Tudo o que tenho a oferecer.
Nenhum prêmio.
Nenhuma jóia.
Nenhum valor em dinheiro.
Mas é só o que tenho a oferecer.
E ofereço assim...
Sem alarde.
Sem banda de música.
Assim.... como sempre foi.
Ofereço assim.
Como a praia que recebe as ondas.
Que vão e voltam interminávelmente.
Imutável.
É tudo o que tenho a oferecer.
Um faról.
Uma guia.
Um porto seguro.

Si desea leer en español

2 comentários:

  1. Lindo .

    Enigmaticamente empático ;)

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Perfect!! ;)
    gostei muito d seu blog
    autenticidade pura!!
    vlw bjss

    ResponderExcluir