domingo, 18 de outubro de 2009

Das escolhas

Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva.
(Frejat/Cazuza)


Sempre fui o patinho feio.
Quando menina isso era meu martírio, magra demais, comprida demais, parecia uma indiazinha. Corri feito uma doida, me transformei, corri atrás, sofri o diabo para ser aceita quanto uma mulher bonita. Um mulher bonita, para quê?

Hoje abdico te tudo. Ser uma mulher bonita para que?  Hoje só quero ser reconhecida como uma mulher inteligente.

E por inteligencia... concordo com Cazuza.
Blogged with the Flock Browser

10 comentários:

  1. como desconcordar de uma maravilha dessa!! (sua e do cazuza)(rs)
    quer coisa melhor que usar a inteligência pra viver um amor!
    Lindo, lindo!!!!

    ResponderExcluir
  2. E qual o problema da beleza em si ??

    beijos

    ResponderExcluir
  3. A beleza em si Игорь? Quando associada é tudo de bom, isolada é empecilho.

    ResponderExcluir
  4. Oi Kátia, então, adorei sua síntese de ser inteligente. Sempre digo que somos seres de infinitos pensamentos. A alguns damos uma importância especial, uma maior hierarquia. Eles de pensamentos são promovidos a sentimentos, saem da mente e vão morar no coração. Gosto mais das pessoas que têm a inteligência de simples sentimentos que as de pensamentos elaborados. Se você quer, terá, com certeza este amor simplinho, delicioso. Já leu um poema da Adélia Prado, "Amor feinho"? Acho que vai amar. beijos meus e boa semaninha por aí

    ResponderExcluir
  5. Quando você diz isolada , entendo ela por si sem atributos, ou melhor sem qualificativos , o que a torna neutra . Quando associada poder ser tudo de bom , ou pode ser ruim .

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Deixe-me pensar com vc...
    Ou pode ser ruim como?

    ResponderExcluir
  7. Oi Kátia .

    A concepção de beleza varia com a cultura e com o tempo certo ? Não é a mesma para os renascentistas , gregos antigos e hoje . E o que temos hoje ?
    Extremos : anorexia e silicone .

    Beleza = anorexia ;

    Beleza = ??

    Beleza = silicone .

    beijo

    ResponderExcluir
  8. Adorei a definição.. acho que foi isso cansei da beleza plastica. Porém... inteligencia também assusta... Curto muito seus comentarios
    bjs

    ResponderExcluir
  9. E por que inteligência deveria assustar ? Vivemos uma era de medo ? Penso que sim .

    Curto muito o que escreve . Me produz uns nós na cabeça e me faz pensar .

    beijo

    ResponderExcluir
  10. Kátia, tudo bem? Estou estreando como visitante em teu blog. Estou achando sensacional. Você tem um texto fantástico que faz a gente "viajar", por assim dizer...
    Sem dúvida, você é um ser humano especial, uma mulher muito, mas muito inteligente e perspicaz. E digo mais: LINDA, também!!! Um grande abraço e sucesso sempre!

    ResponderExcluir