sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Ismália

Hoje ouvi minha filha lendo alguns poemas da apostila de Portugues... Sonetinhos simples, redondinhos, rimadinhos e me lembrei do primeiro poema que mexeu comigo. Lembro-me da primeira vez que o li, a imagem que se formou, da viagem por esse poema. Era eu ainda uma criança, mais ou menos da idade que ela tem hoje (10 anos), decorei-o, declamava-o em diversas entonações. Hoje o li para ela, com um sentimento diferente, mais complexidade, coisas das histórias vividas de quem já passou dos 10, mas ainda assim belo.
Divido.




Ismália


Alphonsus de Guimaraens

Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.
No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar...
E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar...
Estava perto do céu,
Estava longe do mar...
E como um anjo pendeu
As asas para voar...
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...
As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar...

Blogged with the Flock Browser

3 comentários:

  1. Ler para os filhos!!!!,
    Ô coisa boa, ainda mais o que leu.
    Parabéns!!!!
    abs

    ResponderExcluir
  2. olá .

    Não me lembro da 1ª poesia que li . Talvez o primeiro grande livro , por volta dos 10 anos : Mob Dick , versão integral . Não sei como consegui ler . Talvez só tenha folheado à época ...

    bom final de semana .

    ResponderExcluir
  3. Oi Kátia!
    Anotei teu pitaco. Prazer ter você lá comigo viu? Boa sorte! Muito legal teu blog. Parabéns. Voltarei para ler com mais calma.
    Ótima semana e que não falte poesia nos dias de vocês!

    ResponderExcluir