quarta-feira, 15 de abril de 2009

Uma questão de foco.


Esses dias recebi a indicação de um documentário no blog de uma amiga e colega de blogagem Verinha, a qual tinha toda a razão em dizer que eu iria adorar.

Como de costume, tudo o que vejo e gosto, revejo várias vezes. Uma para pegar o geral, outra para analisar o contexto, outra para ver os detalhes e assim vai.

Nesse documentário relata as diversas formas de encarar a cegueira ou uma deficiencia visual mesmo que pequena (miopia e etc). Não é um documentário que relata as dificuldades do deficiente, para que tenhamos pena deles, não, é uma ótica diferente do problema.

Uso óculos desde os 12 anos de idade. Tenho miopia, astigmatismo e convergência e para ajudar não posso usar lentes. Já desenvolvi todos os vícios e micos possíveis de quem usa óculos, já tomei banho com eles, já dormi com eles, já esqueci de leva-los num show e consequentemente não ver nada e etc.

O interessante é que eu nunca analisei o fato de usar óculos. Aí aproveitando o ensejo ... minha maior dificuldade é para ver de longe, em ambiente com pouca claridade, e a maior delas identificar rostos. A distancia não precisa ser muito grande, mais ou menos como do outro lado da rua já não consigo definir o rosto. Nem mesmo o médico consegue me dizer o porque que isso acontece. O grau da minha deficiência não é tão grande.

Os óculos para mim são o foco. Sinto necessidade de usá-los quando trabalhando, lendo ou vendo tv, quando há uma necessidade de foco. Em contra partida não consigo usá-los de forma alguma para enxergar belezas, ou para ver algo que me direcione ao subjetivo e outra coisa é não consigo usar óculos enquanto estiver conversando com alguém, de jeito nenhum.

Talvez os óculos sejam para mim a divisão dos dois mundos. Entre o racional e o Sentimental.

3 comentários:

  1. Kátia:

    (óculos)...não consigo usá-los de forma alguma para enxergar belezas, que bela construção!!! (será porque já as tem dentro, na tua mente). gostei muito.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Engraçado né? Mas sabe que nem para fotografar, isso por que a distancia geralmente é longa, visto que minhas fotos grande parte das vezes são em movimento e a distancia eu não consigo usar os óculos, eles dissolvem o sentimento, o olhar a beleza e etc... bjs

    ResponderExcluir
  3. Uso óculos desde os 9 anos .

    Nunca tive coragem pra usar lentes , parecem- me cacos de vidro dentro dos olhos ...

    Uso para longe . De perto os retiro senão enxergo distorcido . Curioso de perto as imagens se distorcem e a distância se tornam nítidas ...

    beijos

    ResponderExcluir